Como ensinar o gato a dormir na caminha?

Onde dormem os gatos?

Quando toca a dormir, os gatos são profissionais. Passam entre 18 e 22 horas por dia a descansar. Devido à sua curiosidade natural, gostam de investigar a casa. E, como na natureza, procuram locais elevados e seguros para descansar, é provável que façam o mesmo em nossa casa.

Infelizmente isto significa subir para cima do mobiliario e mesas, tornando-se inconveniente para o dono. Logo é preciso prevenir este comportamento treinando o gato a dormir na sua caminha.

Como fazer o gato dormir na caminha?

Este treino baseia-se em estabelecer reforço positivo quando se encontra numa área ideal para o seu repouso. Assim passa a usar essa área e deixa de usar as inconvenientes.

O treino inicia-se observando o gato. Que áreas selecciona para o repouso? Alguns gatos preferem janelas com vista, outros locais elevados e outros sofás e cadeiras.

Se a cama do gato for colocada perto de um destes locais têm maior chance de sucesso. Outro factor importante é o material no interior, que deverá ser confortável para o gato. Deverá ser quente no inverno e fresco no verão.

1. Recompense o gato quando usar a cama

Quando se colocar a cama no local, deverá colocar-se o gato lá dentro e dar-lhe uma guloseima. O reforço continua, dando-se guloseimas quando o gato se aproxima da cama e uma guloseima favorita quando salta e se deita nesta.

2. Coloque a cama perto do local favorito do gato

Através da observação descobrirá os locais favoritos do seu gato. Coloque a cama perto e atendendo à altitude a que o gato gosta de dormir. Outros factores a avaliar são o escuro, banhos de sol, temperatura confortável para a estação e proximidade da família. Fornecendo locais de repouso semelhantes ao favorito do gato levará a maior taxa de sucesso.

3. A cama para gatos deverá ser confortável e ao gosto do gato

A cama deve ser macia e fofa. Se a cama for desconfortável, o gato nunca a usará. O seu material poderá variar com as estação, fornecendo mais ou menos calor. Alguns gatos sentem-se mais confortáveis com a presença de uma peça de roupa do dono. Não se esqueça de manter a cama limpa e livre de parasitas, uma vez que o gato rejeitará uma cama suja.

4. Forneça vários locais de repouso

Não limite o gato a um local. Espalhe pela casa várias caminhas que mimetizem os locais favoritos do gato. Ele poderá preferi-las dependendo da sua disposição ou até do clima, procurando aconchego nos meses mais frios.

5. Torne os locais indesejáveis desagradáveis para o gato

Castigar o animal deverá ser sempre evitado uma vez que poderá gerar fobias. Então, para evitar que o gato suba e durma em locais que não deseja poderá atender a outras estratégias. Uma delas consiste em fechar a porta da divisão e não ceder aos miados incessantes. Outra forma é tornando essas superfícies desagradáveis pela aplicação de fita-cola de dupla face, sprays activados por movimento e papel alumínio. Assim, o gato aceitará mais rapidamente o seu local de descanso.

6. E quando encontro o gato a dormir noutro local?

Ocasionalmente o gato poderá adormecer noutros locais, como na sua cama. Nesses casos pegue suavemente no gato e coloque-o com calma na sua caminha. Acaricie e dê uma guloseima.

Seguindo estas dicas e sendo consistente e rígido no treino conseguirá que o gato utilize a sua caminha. Se o local e superfície da cama forem atractivas, o gato passará a utilizá-la. Por outro lado, se o gato não a usar o dono poderá sempre procurar outro local mais atractivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *