Afinal os gatos gostam tanto de nós como de comida!

Um novo estudo revela que a interacção com o dono é dos estímulos favoritos do gato.

Este nova informação poderá ser útil para motivar o seu gato durante o treino ou incluí-lo no seu enriquecimento ambiental diário.

Descubra mais sobre o estudo e como poderá usá-lo a seu favor.

 

A falta de conhecimento sobre as preferências do gato dão aso a mitos de que os gatos não são sociáveis ou treináveis. No entanto, um novo estudo avaliou as preferências individuais de estímulos para os gatos, usando 25 gatos de casa e 25 gatos de gatis, demonstrando que a comida e interacção com o humano são os estímulos favoritos e poderão ser usados como reforço no treino.

Como foi realizado o estudo?

Previamente ao estudo, os gatos estiveram sem contacto humano e sem acesso a alimento por 2 horas e 30 minutos. Foram testados 4 estímulos: social, comida, odores e brinquedos.

Antes de iniciar o estudo da discriminação entre qual destes 4 estímulos é o favorito, os gatos foram expostos a 3 alternativas dentro de cada categoria:

  • Social
    • Vocalização (falar com o gato);
    • Caricias;
    • Brincar com o dono (favorito);
  • Comida
    • Galinha;
    • Atum (favorito);
    • Guloseimas de galinha;
  • Odores
    • Gerbilo (potencial presa);
    • Erva gateira (favorito);
    • Cheiro desconhecido;
  • Brinquedos
    • Brinquedo com movimento (favorito);
    • Rato;
    • Brinquedo de penas.

Após esta selecção inicial, os estímulos favoritos de cada categoria forma colocados num quadrado à volta do gato e observou-se o seu comportamento durante 3 minutos.

Os resultados apontam para uma maior preferencia por interacção social (50%) e comida (37%), sem estas categorias terem diferença estatística. Cada gato tem os seus gostos que resultam da combinação da genética, experiência e motivação, sendo que alguns têm maior preferência pela parte social.

E o que é que isto significa para o meu gato?

Este estudo prova que afinal os gatos dão importância à interacção social com os seus donos e muitas vezes a chegam a preferir ao alimento. Afinal os gatos são seres sociais! Os gatos adoram passar tempo connosco por isso é importante reservar uns minutos todos os dias pare lhes dar atenção.

Por outro lado, sabendo o que o gato mais gosta podemos usar essa motivação como reforço no treino. Um dos melhores reforços do treino é então a interacção com o dono, que poderá ser usada em conjunto com o tradicional alimento (as guloseimas).

Ainda é melhor se usarmos brinquedos de movimentos erráticos (que simulam a presa) controlados pelo dono. Também devemos conhecer bem o nosso gato para sabermos exactamente do que gostam, uma vez que os gostos variam individualmente.

Por último, a interacção humana deverá fazer parte do enriquecimento ambiental para gatos uma vez que é das estímulos favoritos. O enriquecimento ambiental permite manter o gato estimulado física e psicologicamente, evitando muitas patologias comportamentais.

O que achou do resultado deste estudo? Deixe-nos a sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *