Consumismo na compra de raças puras origina abandono

0

Um estudo na Colômbia avaliou a compra de cães de raça pura relacionada com o comportamento consumista, e a sua relação com o abandono animal.

O consumismo está associado à compra de bens como forma de demonstrar sucesso, status, ou seguir uma moda. No entanto, o consumismo apenas gera um sentimento de satisfação temporário, seguindo-se da necessidade de se livrar do bem.

Por outro lado, cães mantidos em gaiolas em lojas de animais ou em casas de criadores de baixa qualidade têm maior probabilidade de sofrer de problemas comportamentais, pois as suas necessidades de estímulos não são atingidas.

Além disso, cuidadores que obtenham cães apenas por consumismo têm menor conhecimento sobre as necessidades do animal, originando problemas comportamentais. Um laço emotivo limitado leva a que estes cuidadores justifiquem abandonar o animal ao mínimo problema comportamental.

Estudando cuidadores de cães através de questionários, os investigadores colombianos procuraram perceber se a aquisição de cães de raça pura se relacionava com o consumismo, e se este se relacionava com problemas comportamentais no cão e intenção de abandono no futuro.

Os investigadores descobriram que realmente cuidadores mais consumistas tinham maiores intenções de abandonar os seus cães e que estes tinham mais problemas comportamentais. Por outro lado, esta relação foi encontrada principalmente nas gerações mais velhas (1960-1980), sendo menos clara nas mais novas (1980-2000).

Tendo em conta o impacto no bem-estar animal, os cidadãos deverão ser sensibilizados para não adquirir animais de companhia apenas como um bem de consumo. Nenhum ser vivo senciente deveria ser considerado como bem de consumo e adquirido pela simples satisfação efémera da sua compra.

A adoção de um animal deverá ser responsável e ponderada. Logo, campanhas de sensibilização poderão ajudar à mitigar este problema, especialmente nas gerações mais velhas. Em Portugal, o elevado número de animais abandonados requer medidas semelhantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome aqui