Como fazer um gato aprender o seu nome?

Como fazer um gato aprender o seu nome?

Sempre ouviu dizer que os gatos não podem ser treinados. Isto é um mito. É natural que o dono queira que o gato venha quando é chamado. Isto é útil numa miriade de situações e poderá salvar o gato de perigo. Então, é essencial ensinar o gato a atender ao seu nome. Por onde começar?

Quando ensinar o nome ao gato?

Deve iniciar este treino no dia em que o gato chega a casa. Gatos jovens, principalmente antes dos 6 meses e durante o período de socialização, terão maior facilidade na aprendizagem. Gatos adultos terão uma aprendizagem mais lenta, mas conseguiram após maior número de tentativas. É importante que o dono se mantenha paciente e não castigue o gatinho quando este falha.

A importância da escolha do nome

A escolha do nome é algo que entusiasma a família e dá aso a grande criatividade. Mas deverá impor algumas regras. O nome deverá ser curto, constituído por uma ou duas sílabas, no máximo três, que possam ser ditas com clareza.

É importante que seja distinguível de outras palavras, fácil e rápido de dizer. Isto permite que o gato interiorize mais rapidamente o nome. Pensa-se que nome com sons fortes, como os que incluem o som “i”, são mais facilmente reconhecidos.

Quando pronunciar o nome, deve tentar dizê-lo sempre da mesma maneira e com a mesma emoção. Evite usar variações ou alterações do nome que possam confundir o felino. Gatos de famílias com pedigree por vezes têm nomes extensos. Nesse caso poderá optar por chamar sempre o gato por um diminutivo.

Quando usar o nome do gato?

Deverá utilizar o nome sempre que esteja a fazer algo com valor positivo para o gato. Quando lhe fornece comida, fale com o seu gato e mencione o seu nome. Faça o mesmo quando fizer festas e brincar com ele. Resumindo, utilize-o repetidamente em experiências agradáveis.

Como organizar as sessões de treino para ensinar o nome ao gato?

Será aconselhável organizar sessões de treino para ensinar o nome ao seu gato. Planeie 15 minutos do seu dia para este fim. Deverá manter-se calmo e relaxado, mantendo o espírito do treino positivo. Escolha uma guloseima de elevado valor, como ração húmida ou fígado.

Coloque-se em frente ao gato. Diga o nome do gato em tom amigável e dê-lhe uma guloseima. Repita 10 a 15 vezes mantendo-se imóvel em frente ao gato. Quando gato começar a responder ao seu nome, ou seja, para olhar para o dono quando chamado por aumentar a dificuldade.

Neste caso dê um passo ou dois para trás e mantenha-se virado para o gato. Deverá repetir o nome e quando o gato der um passo ou dois na sua direcção dar-lhe a guloseima. Deverá repetir o exercício várias vezes e poderá aumentar a distância e dificuldade.

Alguns donos optam por incluir a ordem “vem” neste treino. Poderá inclui-la no momento em que faz o gato caminhar na sua direcção chamando “‘Nome’, vem”. Com a repetição destes exercícios o gato aprende a responder ao seu nome.

Quando não usar o nome do gato

É importante que o dono nunca use o nome do gato associado a algo negativo. Quando reprimir o seu gato ou quiser fazê-lo parar não deverá usar o seu nome. É preferível usar sons aversivos, como bater de palmas ou um som mecânico. Usando o nome, o gato começará a associá-lo a algo negativo e deixará de vir na sua direcção quando é chamado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *