Korat: conheça os gatos Korat de uma beleza eterna

A raça Korat é de tamanho médio e corpo robusto e muscular com curvas suaves. O seu pelo é de pontas prateada e azuis como o Azul Russo, Britânico Azul ou Chartreux. Os olhos verdes são grandes e expressivos.

É gato muito observador que gosta de acompanhar o dono em todas as actividades. É ideal para famílias com crianças maiores, cães bem comportados e outros gatos que permitam o Korat ser dominante.

O gato Korat poderá viver até aos 15 a 21 anos se bem tratado. Não requer grandes cuidados: precisa de exercício diário, escovagens semanais e banhos quinzenais para manter o pêlo perfeito.

infografico-raça-gato-korat

História da raça Korat

Na província de Korat na Tailândia, Ampur Pimai descobriu a raça Korat. A primeira referência a esta raça encontra-se no Smud Khoi dos Gatos produzido entre 1350 e 1767, incluindo numa das 17 raças de gato consideradas como “sortudas” na Tailândia. O nome foi-lhe atribuído pelo Rei Rama V.

raça-koratA referência em Smud Khoi dos Gatos à raça Korat inclui a descrição de dois gatos chamados Ma-Laid e Dok-Lao, um macho e uma fêmea respectivamente. Lê-se o seguinte:


O gato Ma-Lai é de cor uniforme:
o seu pelo é macio e ordeiro como uma flor de erva-das-pampas:
a base de cada pelo é da cor das núvens
e os seus olhos como o orvalho quando cai sobre a folha de lótus

O gato Mal-Ed tem um corpo da cor de Doklao
Os pelos são macios com raízes como as nuvens e pontas como prata
Os olhos brilham como gotas de orvalho numa folha de lótus

 

Na Tailândia são chamados de Si-Swat (cor da semente ou da prosperidade) e os seus nomes comuns são Doklao para fêmea (flor-erva) ou Mal-Ed para machos. Nesta região é comum oferecerem-se este gatos na boda como desejos de feliz casamento. Também estão associados à riqueza e boas colheitas. Durante muitos anos não foram comercializados, sendo dados como presente de boa sorte.

No Reino Unido chegaram a partir de 1889 como Siameses Azuis, mas não tiveram sucesso no Cat Show entrando em declínio. Os primeiros Korat nos Estados Unidos pertenceram a Jean Johnson da Cedar Glen Cattery em 1959 e chamavam-se Nara e Dara. Em 1966 a raça foi aceite na competição. Em 1969, Daphne Negus levou para os Estados Unidos mais 9 gatos desta raça com objectivo de revitalizar a linha genética e estabelecer a raça. Só em 1972 é que os Korat regressaram ao Reino Unido.

O carácter do Korat

Os Korat são uma raça que forma fortes ligações com os donos, sendo muito fieis e amorosos. Estão indicados para famílias com crianças mais velhas, cachorros bem comportados e outras raças de gato que os permitam ser dominantes.

Estes gatos são muito activos e aborrecem-se facilmente. Levam a brincadeira muito a sério perseguindo a “presa” a todo o custo e têm elevada resistência que lhes permite brincar por longos períodos. Também saltam muito e gostam de trepar.

Não gostam de ficar sozinhos, gostando de seguir o dono pela casa e observar tudo o que ele faz. Por vezes até tentar replicar as acções do dono para chegar ao seu objectivo, como abrir a caixa das guloseimas. São muito inteligentes, expressivos e comunicadores especialmente quando algo não lhes agrada.

A audição, visão e olfacto são apurados nesta raça, o que lhes permite estar sempre atentos. Não gostam de ser contidos ou pegados ao colo de forma instável. Poderá pegar-lhes segurando-os firmemente ou mantendo as patas traseiras apoiadas numa superfície.

Korat-gato

Aparência da raça Korat

Resumidamente, a raça Korat apresenta um corpo robusto e musculado, cabeça em forma de coração de São Valentim, olhos verdes e pêlo prateado azul. Os machos são maiores que as fêmeas pesando 5 kg, enquanto estas pesam apenas 3 kg. A anatomia desta raça mantêm-se desde a antiguidade, não se observando diferenças nas suas características quando comparadas com as primeiras fotos.

Pêlo curto prateado e azul

O pêlo dos gatos Korat apresenta um cor única, onde as raízes são claras, o meio do pêlo é azul escuro e a ponta prateada. Esta variação de cor dá brilho e um efeito de halo nas extremidades. A cor prateada é mais evidente no focinho e patas. A raça só se poderá apresentar nesta coloração, também descrita como “cinzento de nuvem de chuva” com “espuma do mar”.

O pêlo é curto e denso, não se soltando quando é afagado o que poderá tornar esta raça tolerável para pessoas alérgicas ao pêlo de gato. O pelo com toque macio da lã não tem subpelo e pode eriçar-se no dorso durante o movimento.

Cinco corações do Korat

O Korat apresenta cinco corações: dois são o formato da cabeça, o nariz, a forma do peito enquanto sentado, e não esqueçamos o verdadeiro coração que bate no seu tórax. A testa é lisa com uma indetação no centro, que em conjunto com as proeminentes cristas supraorbitais formam um coração de são valentim.

As orelhas devem ser proporcionais e grandes, com pontas arredondadas e base larga. Deverão enquadrar-se na forma de coração da face. O perfil é semelhante ao do leão, com um queixo e mandíbula definidos e um pequeno stop entre a testa e o nariz.

Olhos verde peridoto

Os olhos são grandes e luminosos. Devem ser alerta e expressivos com um bom espaço entre eles. Apresentam cor verde brilhante (verde peridoto) quando adultos, uma vez que a cor pode levar 2 a 4 anos a desenvolver-se. Em jovens apresentam uma coloração dourada a verde.

Corpo robusto

O corpo é robusto e pesado com um pouco de cintura. O peso acenta principalmente na parte frontal do corpo originando um desenvolvimento dos ombros. O pescoço é curto e cheio, o peito é largo e os ombros mais largos que o peito. Esta conformação permite-lhe sobreviver na natureza como um animal elegante mas forte e ágil.

As patas são robustas sem aparentarem grande volume. A cauda é grossa na base e com ponta redonda. Quando puxada sobre o dorso deve chegar ao fim das omoplatas. Gatos jovens apresentam marcas tigradas na pelagem da cauda.

Korat-caracter

Korats em exposição de gatos

Pode-se pensar que os Korats são difíceis de treinar para as exposições. Na verdade deverão ser treinados desde jovens como todos os outros gatos. Os seus apurados sentidos poderão deixa-lo mais inquieto uma vez que estão cientes de tudo o que se passa ao seu redor.

Se estiverem desconfortáveis vão demonstrado num miado. Quando os júris pegam neles no ar poderão receber tal queixume. E durante a demonstração de brincadeira poderão ficar demasiado concentrados na captura da “presa”, a todo o custo.

Os Korats são sensíveis ao toque, não devendo ser excessivamente manuseados. Durante a avaliação do júri deverão ser levantados com as suas patas a tocar na mesa. O seu corpo atarracado e curto não necessita de ser esticado. E a cabeça poderá ser avaliada apenas por observação.

Cuidados e Saúde

O principal cuidado é fornecer elevados níveis de actividade física. A pelagem curta apenas necessita de ser escovada uma vez por semana. As orelhas deverão ser limpas a cada 15 dias. Devido à sua higiene pessoal, os banhos não necessitam de ser frequentes. Banho a cada 15 dias poderá tornar o pelo mais lustroso.

Ainda não foram descobertas doenças hereditárias relacionadas com esta raça. Deverá fazer duas visitas ao veterinário por ano e receber as vacinas. Com estes cuidados e uma boa dieta a raça poderá atingir os 15 a 21 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *