Porque é que os gatos se lambem?

Os gatos são seres naturalmente limpos. Dedicam perto de um terço do seu tempo a realizar a higiene pessoal. Este hábito é uma atitude instintiva com origem nos ancestrais selvagens do gato. Na natureza, após a refeição o gato lambe-se de forma a remover restos de alimentos e a mascarar o cheiro da caça que poderia atrair predadores.

Para realizar esta tarefa, os felinos estão bem equipados e adaptados. A sua coluna vertebral é flexível e permite-lhe dobrar-se nas posições caricatas para chegar aos locais mais difíceis. Quando isto não é possível, como na higiene da cabeça, utiliza as patas dianteiras para o fazer. Para tal, humedem o interior de uma das patas dianteiras e passam-na em movimentos ascendentes e circulares numa área da cabeça, terminando ao limpar a pata. Repetem várias vezes esse processo e trocam de pata para limparem o lado contrário.

porque lambem os gatos

Quando encontrar pelo embaraçado, sujidade agarrada ou parasitas, os gatos poderão recorrer aos dentes. Por último, a língua do gato é especial e funciona como pente. A língua do gato possui pilosidade, espículas de queratina, chamadas de papilas que funcionam como escova. As papilas dão o toque áspero à língua e têm como função manter o pelo macio, remover sujidade e parasitas (impedindo a sua proliferação) e impermeabilizar o pelo.

Os gatos normalmente lambem-se com uma ordem: cabeça, patas dianteiras, ombros, área genital, patas traseiras e cauda. Mas esta ordem poderá variar e nem todas terão que ser limpas de uma só vez.

Porque é que os gatos se lambem?

Os ancestrais do gato utilizavam a higiene pessoal como uma forma de evitarem atrair predadores. Mas os predadores não têm relevância nem são um perigo para o gato doméstico. Então porque é que os gatos se lambem? Existem várias vantagens da lambida do gato:

  • Higiene pessoal
  • Impermeabilização do pelo
  • Absorção de vitamina D
  • Controlo da temperatura corporal
  • Relaxamento
  • Factor social

Higiene pessoal

Lamber o pelo continua a ser um comportamento vantajoso para o gato uma vez que o permite limpar a pelagem e mantê-la brilhante e macia. Neste processo o gato remove parasitas, detritos e pelos mortos e estimula a circulação sanguínea na pele e o crescimento do pelo.

Impermeabilização do pelo

Ao lamberem-se, os gatos estimulam as glândulas anexas à raiz do pelo a libertarem secreções que ajudam a impermeabilizar o gato. Isto permite-lhe manter o corpo seco mesmo que o pelo esteja um pouco molhado.

Absorção de vitamina D

A adoração dos gatos pelos banhos de sol não se deve só ao prazer. A verdade é que quando estão ao sol o pelo dos gatos produzem vitamina D. A vitamina D é importante para a fisiologia do cálcio no organismo, ajudando a deposição no osso, aumentando a sua absorção digestiva, diminuindo a perda pela urina e regulando a concentração no sangue.

A vitamina D é produzida pelo organismo através da exposição solar, no entanto também está presente em alimentos como o peixe, fígado, ovos e lacticínios. Não tem que preocupar-se em fazer suplementos de vitamina D para o seu gato visto que as rações comerciais a fornecem. Na verdade, o excesso de vitamina D pode ser tóxico, causando vómitos, diarreia, perda de apetite, aumento do consumo de água e volume de urina.

O processo de absorção da vitamina D do pelo dá-se em três passos. Inicialmente o pelo absorve a radiação solar UV durante os banhos de sol. Dá-se então uma reacção com os óleos naturais da pele ocorrendo síntese da vitamina. Por último o gato lambe o pelo ingerindo a vitamina.

Controlo da temperatura corporal

Os gatos lambem-se mais em situações que sintam calor, como no tempo quente ou após exercício (ex. brincadeira, caça). Quando o gato se lambe, deposita saliva no pelo que é evaporada e permite reduzir a temperatura corporal. A saliva funciona assim como suor e ajuda à regulação da temperatura corporal do gato.

Relaxamento

Os gatos gostam de lamber porque é um habito e os deixa relaxados. Quando o gato está ansioso, pode lamber-se como forma de aliviar a tensão. O stress pode levar aos gatos lamberem-se em excesso originando patologias.

Factor social

A lambida de gato é uma forma de o gato comunicar com os restantes membros da sua família. Lamber tem vários significados, sendo que um deles é demonstrar carinho.

gato lambendo outro gato

Como o gato aprende a lamber-se?

As mães gatas lambem as suas crias com o objectivo de as limpar mas também como forma de reforçar o laço afectivo. Logo após o nascimento, o gatinho é lambido pela mãe como forma de limpar os restos da placenta, secar o gatinho e estimulá-lo a respirar e mamar. A partir daí, a gata usa o lamber como forma de despertar os gatinhos para mamar, dar conforto e estimular a libertação de urina e fezes. Através deste comportamento o gatinho vai aprendendo a faze-lo sozinho. A higiene pessoal é um dos primeiros hábitos que o gatinho adquire e domina-o às 4 semanas. A gata continua a ajudar o gatinho lambendo-o em locais difíceis, como atrás das orelhas. A partir daí, a limpeza torna-se uma actividade social que ajuda a fortalecer laços.

porque os gatos lambem o dono

Porque os gatos lambem o dono?

A lambida do gato é uma forma de se expressarem, podendo ter vários significados. No geral, gato lambendo outro gato ou lambendo o dono é um sinal de carinho e protecção. Resumidamente, o gato lambe o dono para:

  • Expressar carinho
  • Marcação do dono
  • Lamber o sal na pele

Expressar carinho

Lamber é uma forma dos gatos expressarem afecto e fortalecerem o laço com o dono ou outros animais. Quando o seu gato o lambe pode estar a dizer que o adora. Neste caso retribua fazendo-lhe mimos ou brincando com ele. Se o gato o lambe em excesso ignore-o e tente distrai-lo focando o seu interesse noutra actividade, como na brincadeira. Ao ignorá-lo vai levar a que o gato tenha que recorrer a outros métodos para pedir atenção.

Marcação do dono

Quando o gato o lambe o dono deixa saliva que contém partículas com odor, marcando-o como seu. Neste caso, a lambida de gato representa dominância e demarcação territorial. Quer dizer que o dono lhe pertence. É uma forma orgulhosa do gato dizer que o dono faz parte da sua colónia, marcando-o como família. Será interessante observar como o gato reage com os restantes membros da família.

Lamber o sal na pele

O olfacto apurado do gato poderá detectar restos de sal na pele do dono. Ora, como os gatos adoram comida salgada vão ter tendência a lamber o dono. O sal pode estar na nossa pele após cozinharmos, ao comer aperitivos ou após exercício com grande produção de suor. Outras substâncias que estejam na pele, como alguns sabões e hidratastes, podem atrair também o gato resultando em lambidelas.

Lamber o pelo é perigoso para o meu gato?

Quando o gato se lambe ingere substâncias que estejam no seu pelo. Se o gato esteve exposto a produtos tóxicos, estes podem ficar no pelo e são ingeridos quando ele realiza a sua higiene pessoal. Se desconfia que o seu gato teve contacto com estes produtos deverá dar-lhe banho imediatamente e contactar o seu médico veterinário.

Bolas de pelo e a saúde do seu gato

Os gatos quando se lambem inevitavelmente ingerem algum pelo morto. O pelo não é digerido e pode juntar-se no estômago, formando uma bola de pelo. Frequentemente os gatos vomitam a bola de pelo ou os pelos passados com as fezes. No entanto, se a bola de pelo se mantiver no estômago muito tempo poderá endurecer e formar uma massa (tricobezoar) que poderá irritar o sistema digestivo e até provocar uma obstrução.

A grande preocupação é quando o gato ingere uma grande quantidade de pelos. As épocas de mudança de pelo (primavera e outono) são especialmente preocupantes porque há uma queda numerosa de pelos que serão substituídos por uma nova pelagem. Os gatos de interior estão expostos a elevadas temperaturas e períodos de luz o que poderá induzir uma muda de pele constante ao longo do ano. Por outro lado, gatos de pelo comprido estão continuamente em maior risco.

Para prevenção das bolas de pelo em gatos poderá escovar com frequência o seu gato, reduzindo o número de pelos mortos que ingere. Administrar dietas e guloseimas formuladas para evitar a formação de bolas de pelos poderá reduzir a sua incidência. Estes alimentos têm elevado conteúdo em fibras que facilita a eliminação do pelo através das fezes.

Os sintomas de bola de pelo em gatos são diminuição na actividade, falta de apetite e vómitos, onde por vezes se observam as bolas de pelo. Se ocorrer obstrução gastrointestinal (a bola de pelo ficar presa no intestino) poderá provocar dificuldades na defecção. No caso de obstrução é uma emergência e deverá consulta o seu médico veterinário.

Para tratar bolas de pelo poderá permitir que o gato ingira com frequência ervas ou pastas de malte comercializadas para a remoção de bolas de pelo. Podem ajudar ao agregar os pelos no estômago e facilitar a sua eliminação no vómito. A administração de óleos minerais poderão facilitar a passagem dos pelo através do sistema digestivo. Em casos graves que não seja possível remover-se por vómito ou esteja a provocar obstrução, a remoção da bola de pelo deverá ser feita por cirurgia.

O meu gato deixou de se lamber, e agora?

O cuidado do pelo é um ritual que o gato tem prazer em realizar e repete ao longo do dia. Se o seu gato se deixou de lamber e o pelo tem um aspecto pouco cuidado poderá ser sinal de patologia e deverá recorrer ao seu médico veterinário. As patologias deixam os gatos mais prostrados, levando a que se dediquem menos à higiene. Pelo com mau aspecto poderá ser sinal de que o gato está doente.

O meu gato não para de se lamber!

A higiene pessoal é uma actividade natural do gato, mas em excesso poderá significar que algo de errado se passa com o gato. Existem várias causas que levam o gato a lamber-se por excesso. Patologias com prurido, como dermatite alérgica às pulgas, alergias alimentares, sarna, entre outras, poderão levar o gato a lamber-se como forma de aliviar a comichão. Por outro lado, poderá estar a acontecer apenas como forma de libertar o stress. De qualquer das formas, é aconselhado consultar o médico veterinário de forma a descartar causas patológicas.

A lambida é relaxante para o gato, por isso utiliza-a como forma de reduzir o stress ou como escape a um conflito interno. Quando é compulsiva e ocorre em excesso, podem acabar por arrancar o pelo e originar zonas de alopécia. Chama-se a esta patologia alopécia psicogénica. Os locais mais frequente de lamberem compulsivamente são o interior das coxas, a barriga, costelas e virilhas.

Causas frequentes são a mudança de casa, alterações de moveis, alteração da rotina dos habitantes, introdução de novos animais ou pessoas, isolamento, falta de estimulo, ansiedade de separação. Todas estas causas têm implicação na rotina do gato e poderão originar stress. O problema poderá ser resolvido através da remoção do factor que lhe provocou stress e proporcionando distracções, como brinquedos. Lamber objectos da casa, como tecidos ou plásticos, também é outra forma de escape para o gato.

Devo dar banho ao meu gato?

O banho no gato deverá ser pouco frequente e por vezes até é dispensável. Dar banho ao gato é uma tarefa complicada que poderá ser cumprida com muita paciência. No entanto, banhos em excesso podem remover os óleos da pele, deixando-a seca e originando patologias. Uma forma mais prática de ajudar o seu gato na higiene é escovando-o com frequência de forma a remover a sujidade, parasitas e pelos mortos.

Algumas raças de gatos necessitam de banhos frequentes, como os gatos sem pelo. Nesse caso deverá seguir a recomendação para a raça e informar-se com o seu médico veterinário. Deverá dar banho ao seu gato quando o encontra visivelmente sujo ou suspeita que o seu pelo esteve exposto a químicos.

Uma forma mais simples de dar banho ao gato é colocar água morna num balde e mergulhar o gato deixando a cabeça de fora. Muitas vezes o felinos têm pavor à pressão da água que sai do chuveiro e o método do balde evita-o. De seguida lave-o com um sabão neutro para a pele do gato. Poderá usar sabões próprios para gatos, mas muitas vezes um sabão de bebé faz o mesmo efeito. Aplique as vezes necessárias o sabão. Depois tire muito bem o sabão com água corrente e seque o gato. Enquanto tiver o pelo húmido evite exposição a correntes de ar e ao frio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *