Pilulas para gatas: opções de contraceptivos no mercado

 

Para evitar ninhadas indesejadas e a gata no cio a cada 15 dias, os donos procuram alternativas como a pílula para gatos. 

O comprimido anticoncepcional para gatos (método hormonal ou pílula) tem conveniência e baixo preço, mas também apresenta desvantagens. 

Os anticoncepcionais humanos não funcionam nos animais, pelos que deverá escolher um pílula para gatas.

Vantagens e desvantagens dos contraceptivos 

 

As pílulas para gatas não actuam de uma forma tão eficaz como nos humanos, devido ao diferente ciclo reprodutor.

Pílula para gatos: onde comprar?

Poderá encontrar pílulas para gatas à venda em farmácias. Por vezes não estão disponíveis de imediato mas poderá deixar a encomenda que não tarda a chegar.

 

Vantagens:

  • Mais barato
  • Não requer cirurgia

Desvantagens:

  • Menor eficácia
  • Aplicação frequente
  • Origina patologias

A curto prazo, a pílula é uma despesa menor. Mas a longo prazo acaba por se tornar mais cara que a castração e originar patologias especialmente a nível reprodutivo.

Pílula para gatos: preço?

O preço poderá variar no tempo e espaço. Neste momento, em Portugal a caixa de anticoncepcional para gatos em comprimidos (18 comprimidos) ronda os 13 euros.

A administração do anticoncepcional para gatos deverá ser sempre realizado no tempo certo, o que poderá ser um transtorno para o dono. A sua eficácia também é inferior, especialmente quando comparada com a castração. A longo prazo, a castração torna-se económica e previne patologias reprodutivas.

Anticoncepcional para gatos: quando aplicar?

A pílula deverá ser iniciada no período antes do cio. A administração de comprimidos é regular, semanal ou quinzenalmente, dependendo das recomendações do fabricante. As formas injectáveis têm validades superiores, de 3 a 6 meses.

 

Pílulas para gatas no mercado

Em Portugal, existem algumas pílulas que poderá comprar para a sua gata. Deverá sempre cumprir as indicações do folheto ou do seu veterinário. Também são apresentados anticoncepcionais injectáveis para gatos como alternativa aos comprimidos.

 

 

Megecat
A substância activa é acetato de megesterol sob a forma de comprimidos para administração oral. Requer a toma de um comprimido a cada 15 dias. Deve ser iniciado no anestro e continuado. Pode antecipar o próximo cio.

A administração poderá originar aumento do peso e do apetite e expressão clinica dos Diabetes mellitus. A longo prazo, potencia patologias uterinas e tumores mamarios.

 

Pilucat
A substância activa é o acetato de megesterol, sob a forma de comprimidos para administração oral. Para prevenção do cio recomenda-se a administração a cada 15 dias. Deve ser iniciado no anestro ou proestro. Há tendência ao aumento de peso e formação de quisto no útero que resultam em piometra.

Covinan
A substância activa do Covinan é proligestona e é um composto recente com doses mais baixas. Deverá ser iniciada após o estro (cio) para evitar indução de piometras (inflamação do útero).

É uma suspensão injectável para administração subcutânea. O tratamento deverá ser repetido em 3 meses, depois em 4 meses e a partir daí a cada 5 meses.

É eficaz na prevenção do cio, mas poderá reduzir a fertilidade futura. Aumenta a incidência de patologias uterinas e tumores mamários.

Supprestral
A substância activa é o acetato de medroxiprogesterona, sob a forma de suspensão injectável para administração subcutânea ou intramuscular. Deverá ser repetida cada 6 meses para prevenção do cio.

Poderá originar aumento do apetite e da agressividade, obesidade e galactorreia na raça Greyhound. Por vezes ocorre reacção no local de administração. Potencia o aparecimento de patologias uterinas, como piometra, e tumores mamários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *