17 Perguntas e Respostas Mais Procuradas Sobre Gatos

22

Será que sabe tudo sobre o seu gato? O Meu Animal investigou e reuniu as 17 questões mais procuradas pelos donos de gatos na Internet. Após ler este artigo garantimos que saberá muito mais sobre o seu felino!

 

1. Porque o gato tem medo de pepino?

Esta questão e as suas variações resultam da partilha de vídeos virais em que gatos se assustam com pepinos, dando saltos engraçados. Mas então porque é que os gatos têm medo de pepinos? Roger Mugdrod, um especialista em comportamento animal, defende que o susto resulta da surpresa. Não é natural termos pepinos no chão ou pela casa. Assim, quando o gato vê de repente um pepino num local que não está à espera assusta-se. Sem tempo de processar a informação, o pepino é percecionado como potencialmente perigoso e o gato assusta-se, dando um salto. Esta resposta permite proteger os felinos na natureza quando se encontram repentinamente com perigos, como por exemplo com cobras.

 

2. Porque os gatos ronronam? Como os gatos ronronam?

O ronronar resulta da acção da laringe e dos músculos do diafragma dos gatos durante a respiração. Ainda ninguém sabe exactamente porque ronronam os gatos. É normal associarmos o ronronar ao gato sentir-se feliz, como forma de expressar o seu apreço. Na verdade os gatos também ronronam quando assustados ou lesionados. Nestas ocasiões, o ronronar poderá ser curativo: as suas frequências demonstraram estimular a regeneração dos ossos. O ronronar poderá então ser usado para comunicação, regeneração ou provocar o relaxamento do gato em situações de stress.

 

3. Porque alguns gatos não ronronam?

Existem alguns gatos que não ronronam, mas isso não significa que sejam infelizes ou menos únicos. Mesmo felizes, estes gatos “silenciosos” não ronronam e nada pode ser feito em relação a isso. Ainda não se sabe exactamente porque alguns gatos nunca ronronam. No entanto se o seu gato ronronava e agora mudou o seu comportamento, então deverá ser procurada uma causa.

 

4. Como fazer brinquedos para gatos?

jogos para gatos

Os gatos são animais muito brincalhões e facilmente se distraem com objectos simples. O ideal é os objectos simularem presas e que sejam leves e fáceis de pegar com a boca ou patas, e claro, sem risco de ingestão. Assim, poderá criar brincadeiras fáceis em casa, como espalhar caixas de cartão que sirvam de esconderijo, fazer bolas de papel ou alumínio, atar um fio a uma rolha e pendurar, colocar arroz ou feijões numa bola de ovo Kinder… O céu é o limite. Poderá saber mais como entreter o gato e fazer brinquedos para gatos nos nossos artigos.

 

5. Como fazer o gato dormir?

Os gatos têm uma natureza crepuscular ou nocturna, o que os leva a estar mais ativos nesses períodos. Isto resulta num conflito com a nossa actividade diurna, o que resulta em zanga entre os donos e os seus gatos. As principais formas de reduzir a atividade noturna do seu gato é brincando com ele à noite, deixando-o cansado, e dando-lhe a atenção que merece. Também deverá proporcionar brinquedos e atividades para o gato ir fazendo durante o dia, mesmo quando se encontra sozinho.

 

6. Porque gato mia?

Tal como o ronronar, o miado do gato é uma das formas de comunicação. Os gatos utilizam os sinais sonoros principalmente para comunicar com os seus donos. No mundo dos gatos, normalmente só miam na interacção gatinho com a mãe gata ou durante a época de cio.

 

7. Porque os gatos mordem o cobertor?

Os gatos mordem ou mamam no cobertor simulando o comportamento de amamentação. Normalmente escolhem uma peça da pessoa a que estão mais ligados. Este comportamento está associado a uma separação prematura do gato da sua mãe. Mamar no cobertor permite ao gato reduzir a ansiedade e aborrecimento ou demonstrar afeto pelo seu dono.

 

8. Porque é que os gatos se mordem?

Os gatos lambem-se para limparem o seu pelo. Durante esta limpeza, se encontrarem um novelo de pelo, sujidade agarrada ao pelo, sementes ou parasitas ou em áreas difíceis (patas) poderão dar uma mordida no pelo para ajudar a remover a sujidade do seu corpo. Quando o gato morde o pelo em excesso poderá ser comichão resultante de parasitas ou patologias de pele.

 

9. Porque os gatos nos lambem? Porque um gato lambe o outro gato?


Os gatos lambem os donos ou outros gatos para expressar o seu afeto. O lamber representa carinho, proteção ou marcação odoral do dono como parte da sua colónia.

 

10. Porque gatos mordem seus donos? Como fazer o gato parar de morder? Porque os gatos dão mordidinhas?

Existem vários motivos pelo quais os gatos mordem: medo, irritação, brincadeira e durante carícias. Cada uma destas formas de agressão têm causas diferentes, mas em geral deverá evitar expor o gato a estímulos que o assustem ou irritem, brincar sempre com brinquedos e não com as mãos e estar atento aos sinais de impaciência do gato durante as carícias. As mordidinhas durante as carícias são exactamente um sinal de “já chega” que o dono deverá respeitar.

 

11. Como saber se é gato ou gata?

A distinção do sexo entre gatos, principalmente em animais muito jovens, poderá ser complicada para os donos mais inexperientes. Uma forma simples de distinguir entre o macho e a fêmea é pela distância do ânus à uretra. No macho, há um espaço entre o ânus e a uretra (o espaço dos testículos). Na fêmea, a uretra está imediatamente a baixo do ânus. Esta forma de distinção é mais precisa do que a observação dos testículos, uma vez que as fêmeas poderão apresentar tufos de pelo na área que serão confundidas com testículos.

 

12. Quanto tempo um gato vive?

Na natureza, os gatos vivem cerca de 5 anos. Em gatos de interior, a expectativa de vida é de cerca de 15 anos. A sobrevivência depende das condições em que o gato vive. O acesso ao exterior poderá expor o animal a perigos como atropelamento, doenças ou ataques de animais e por isso reduzir a sua expectativa de vida. Em gatos de interior, vacinados, desparasitados e alimentados com rações de qualidade, a expectativa de vida será superior.

 

13. Porque os gatos dormem tanto?


Os gatos dormem cerca de 16 a 18 horas por dia. Como os gatos são mais ativos à noite, poderão passar o dia a dormir. Por outro lado, como são predadores e perseguem presas (ou brinquedos), uma atividade desgastante, cansam-se facilmente. Dormir permite recuperar e conservar energia que será utilizada durante a caça. Finalmente, apesar de dormirem muitas horas, os gatos nem sempre estão em sono profundo. Muitas vezes estão apenas a repousar e prontos para saltar em acção se assim for necessário.

 

14. Como saber se meu gato me ama?

Os gatos são animais pouco compreendidos pela sociedade e por isso classificados como distantes dos seus donos. Este problema resulta da falta de compreensão pelos sinais de afecto e carinho demonstrados pelo gato. Estes incluem cabeçadas, amassar, ronronar, pedir atenção, lamber e oferecer prendas.

 

15. Onde os gatos gostam de carinho? Gatos gostam de beijos?

Em geral, os gatos gostam de ser acariciados em áreas que normalmente não conseguem chegar. Estas áreas incluem a cabeça, atrás das orelhas, queixo e costas. É importante durante as carícias respeitar o gato: deverão ser afagados de forma suave e lenta e quando demonstrar sinais impaciência (mordidas, agitar da cauda) parar. Alguns gatos também poderão gostar de beijos, mas muitos reagem de forma neutra a esta demonstração de carinho. É importante evitar dar beijos a gatos desconhecidos que poderão não gostar e até tornar-se agressivos.

 

16. Como adestrar gatos?


Na base do adestramento do gato está o uso da caixa de areia, treino para o uso do arranhador e corte de unhas, aprender o seu nome, evitar que suba para balcões e mesas, ensinar a que não morda o dono e socialização com outros animais e pessoas.

 

17. Porque os gatos ficam em cima da gente?

Os gatos gostam de estar em cima das pessoas por vários motivos. O conforto, calor e segurança de estar no colo do dono permitem que o gato relaxe e disfrute do momento. Por outro lado, poderá ser uma demonstração de carinho pelo dono.

 

Estas questões que os donos procuram na Internet reúnem a essência dos nossos gatos. São estes detalhes do comportamento que os tornam especiais. Se ainda ficou com alguma questão sobre o seu gato deixe-nos saber nos comentários!

22 COMENTÁRIOS

  1. Tenho uma gata com 5,5 anos, está esterilizada, e começou à dois dias a miar constantemente. Nao me deixa dormir. Esta gata quase que nao mia e agora nao para. Já peguei nela e nao mostra que tenhas dores.
    ~Que será que ela tem?

    • Olá Manuela,

      Houve alguma alteração no seu dia-a-dia? Os gatos são animais de habitos e são muito sensíveis a alterações na rotina (entrada de animais ou pessoas na família, mudança de moveis, mudança do horário da família, etc.). Se não encontrar causa para a alteração aconselho a levar ao médico veterinário. Existem patologias que podem causar incomodo sem dor ou até alucinações. Por isso será melhor descartar essa hipotese. As melhoras 🙂

      Cumprimentos,
      Joana Prata

  2. Olá, achei o artigo muito esclarecedor. Porém tem uma dúvida há tempos.

    Tenho um gato de 2 anos, macho, sem raça definida (ele é amarelo rajado com branco), que foi castrado aos 6 meses e é um gato de interior. É o único pet da casa.

    Desde que chegou (com 1 mês de idade) ele usou – sem dificuldades – a caixinha de areia para fazer xixi, mas NUNCA aceitou a caixinha para fazer cocô. Infelizmente não consigo convencê-lo a usá-la para este fim – só me lembro dele ter usado a caixinha de areia para o número dois umas 4 vezes, aleatoriamente, estando a caixa limpa ou usada.

    Ao invés da caixinha ele sempre faz cocô atrás da porta da sala (a porta de entrada). E não adianta por a caixinha lá, mesmo se eu forrar toda a área com jornal ele procura uma parte sem ou “raspa” o jornal até poder usar o piso. Eu lavo o local com água quente, sabão em pó e água sanitária, e mesmo não restando cheiro ele continua se dirigindo sempre pra lá, ele não faz em outros cantos da casa.

    O engraçado é que quando a porta da sala quebrou e tivemos que usar a porta do fundo como entrada e saída principal ele trocou de lugar e começo a fazer cocô atrás da porta do fundo; quando a porta da frente foi consertada ele retornou ao “banheiro” de origem rsrs.

    Por que ele faz isso? Tem como convencê-lo a usar a caixinha para esse fim?

    Muito obrigada! 🙂

  3. Olá tenho 2 gatos castrados uma femea e um macho, o macho eu adotei primeiro ele é super dócil tranquilo e depois adotei a gata que ja é super agitada, eu pensei que depois que castrar ela ficaria mais calma, bom não resolveu nada continua agitada e mia muito, e com isso ela deicha o gato stressado. O que devo fazer?

  4. Bom dia ! Estou numa situação muito complicada em relação às minhas gatas…. tenho 3 gatas, a mais velha tem 10 anos e as duas mais novas têm 7 ( são irmãs). As três davam se muito bem desde sempre, mas o ano passado esterelizei-as, uma de cada vez, e as mais novas começaram a bufar e atacar a mais velha…. Nisto já se passou quase uma ano, e continuam separadas porque as mais novas atacam a mais velha! A mais velha é super meiga e só quer brincar com elas, mas elas assim q a vêm atacam na ao ponto de estar já cheia de marcas…. Não sei o que hei de fazer, porque não as quero dar, tenho as desde bebés, mas estou a pensar engravidar e esta “solução” de estar duas num quarto e outra noutro é impraticável … O que posso fazer ??

    • Olá Denise,

      A agressão entre gatos poderá dever-se à competição por recursos ou território. Experimente criar espaços para cada gato, por exemplo, uma taça de ração e uma taça de água para cada gato e com alguma distância entre elas, fazendo o mesmo para os outros recursos, como caixa de areia e cama. Faça a reintrodução lentamente e tente identificar quando é que as gatas se tornam agressivas para evitar esse estímulo. Pode tentar recompensar as gatas quando todas se comportam bem. Esta é uma solução lenta mas que pode ser uma solução para o seu caso 🙂

      Abraços,
      Joana Prata

  5. Olá ,tudo bem ?eu adotei um gato ,ele tem 4 meses ,está na minha casa a um dia .O dono dele era rico sabe ,então o gato nunca saiu de casa ,e tem a mania de dormi na cama .e agora tá subindo nos sofás ,aqui na minha casa não temos esse custume de deixar subir em sofá ,oq eu fasso pra que ele pare de subir nos sofás ou móveis? Ah e outra ainda não estou deixando ele sair de dentro de casa ,tenho medo dele fugir ,quanto tempo vc acha q leva pra que eu possa deixar ele andar livremente pelo quintal? (Temos uma cadela ,é um viveiro de passarinhos )

    • Olá Karoliny,

      Pode tentar treinar o gato a não subir aos sofãs colocando uma cobertura desagradável ao gato, como papel de alumínio, ou fazendo um som ou molhando-o com uma pistola de água sempre que tenta subir. Recompense o gato quando usar a sua caminha ou estiver no chão. No entanto é um comportamento difícil de evitar, uma vez que os gatos têm tendência a subir para locais mais elevados.

      Deve manter o gato no interior por 1 a 2 semanas de forma a que comece a identificar a nova morada.

      Abraços,
      Joana Prata

  6. Bom dia, por favor eu tenho uma gatinha que já está com cinco anos, com cinco meses ela teve problema com injeção, teve alergia com hormônio, as tetas ficaram cheias com bolas, foi operada e castrada,.depois disso ela mama nela mesma, tem algum problema??

    • Olá Vasti,
      O mamar é um comportamento de conforto que em princípio não terá problema. É difícil de responder sem avaliar o estado de saúde da gatinha.
      Abraços,
      Joana Prata

  7. Olá, estou com um gatinho de 6 meses (data de nascimento 17/102017) que veio aqui para casa no dia 17 de fevereiro, portanto com exatamente 4 meses. Ele está com um comportamento de querer mamar nos meus dedos e nos de meus filhos. Como fazer para parar com isto? E porque ele está fazendo isto?
    Obrigada!

    • Olá Janeisa,
      O mamar é um comportamento normal e que dá conforto aos gatos, uma vez que o faziam durante a amamentação na mãe gata. Normalmente é um comportamento que desaparece com a idade e não tem qualquer problema.
      Abraços,
      Joana Prata

  8. Olá. Tenho dois gatos irmãos, com aproximadamente 8 anos, machos, castrados. Siamês. São gatos internos com acesso ao exterior. Um é super tranquilo e dócil. O outro começou a ficar arteiro de uns meses pra cá. Fuça em lixo. Sobe na pia. Sobe na mesa pra roubar refeições. Sempre comeram rações específicas para gato castrado. Gostam das mais caras. Comem bem. Mas esse péssimo hábito está fazendo meu marido querer dar ele. Como posso reeducá-lo? Já tentei de tudo. Mas não consegui resultado. Evito deixar lixo ou algo na mesa. Mas num piscar de olhos, ele está lá….

    • Olá Filomena,
      As gatas podem ter filhotes toda a sua vida. Não existe menopausa como na mulher.
      Abraços,
      Joana Prata

  9. Cara Joana, tenho uma gata com 3 anos de idade e castrada. Gostava de ter mais um para companhia. Qual a melhor opção? Gato ou gata?
    Obrigado

    • Olá Fernando,
      O sexo do novo gatinho é uma opção pessoal. O que interessa é a introdução lenta e pacifica dos dois gatinhos. Também poderá procurar um companheiro com traços de personalidade semelhantes. Por exemplo, se a sua gata é muito ativa e brincalhona pode procura um filhote assim.
      Abraços,
      Joana Prata

  10. Estou com um problema com meus gatinhos.Tenho um macho e uma fêmea ambos castrados e que vivem só no interior de casa. São irmãos estão com 10 meses.Sempre compartilharam tudo,brincadeiras, dormem agarradinhos , comem juntos com pratos separados , mesma caixa de arreia etc.
    Há 3 dias eu dei uma medicação via oral para pulgas (o macho andou escapando para rua e pegou pulgas). O macho vomitou em 20 minutos a medicação, a fêmea não vomitou. Então resolvi dar um bom banho no gato para ver se conseguia tirar as pulgas.Havia dado banho só quando filhotes,mas a gata começou ficar muito rebelde nos banhos, então desisti. O fato é que depois do banho do macho,a fêmea ficou totalmente agressivá com ele. Tenho que mante-los em andar diferente da casa, pois ela se transforma ao vê lo.Não ficou agressiva com as pessoas só com ele. Será que tudo isso tem haver com o banho. Ele está depressivo pobrezinho, pois estavam sempre juntos.O que posso fazer?

    • Olá Rosané,
      Não é muito comum haver esta resposta após o banho. O banho poderá remover ou mascarar temporariamente o cheiro característico do animal, que o ajuda a ser identificado pelos companheiros. Mas normalmente não há este tipo de respostas. Se o problema se mantém, poderá dever-se ao amadurecimento sexual dos animais ou até a algum problema de saúde da gatinha que a deixa mais rabugenta.
      Abraços,
      Joana Prata

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome aqui