Brinquedos e enriquecimento ambiental em gatos

Não permitir o acesso do gato ao exterior tem vantagens, principalmente por evitar acidentes, lutas, transmissão de doenças e contacto com parasitas. No entanto, ao ficarem em casa, os gatos aborrecem-se mais facilmente e não têm oportunidade de praticar comportamentos naturais.

Porque é que os gatos brincam?

O jogo proporciona estimulação simultânea dos sentidos e do próprio corpo. Assim aprendem como interagir com o mundo exterior. No entanto este não é um comportamento expectável de gatos adultos. Mas pela nossa influência os gatos mantêm um espirito mais jovem. Porque nós queremos que sejam dependentes e nos procurem para ter carinho.

Gatos que saiam ao exterior para caçar ou manter um território terão menos tempo para brincar. Gatos de interior, como têm todas as outras necessidades satisfeitas brincam para passar o tempo livre. A brincadeira também é associada a períodos de bem estar.

Porque é que brincar é importante para os gatos?

Apesar de gostarem de rotinas, os gatos aborrecem-se. Quando isto acontece, libertam a sua frustração na mobília e decoração ou sob a forma de agressão. É importante manter o gato ocupado e distraído, para o seu bem e para o bem de todos os coabitantes.

Brincar permite exercitar o gato, evitando obesidade. Por outro o lado permite aliviar o stress e fornece estímulos que permitem sair da rotina. Por último, é uma fonte de bem estar, principalmente se formos brincar com eles.

Enriquecimento ambiental para gatos

Ao contrario do exterior, a casa oferece um espaço limitado. No entanto parece ser mais importante a qualidade do espaço. Formas de melhorar o espaço são permitir o acesso a pontos altos, janelas, postes de arranhar e brinquedos.

Como os gatos passam a maioria do tempo a dormir, é importante terem zonas de descanso suficientes e confortáveis. As zonas altas permitem-nos observar o território. No entanto, também devem ter acesso a caixas ou camas fechadas onde possam ter privacidade, longe de outras pessoas e animais.

Os gatos adoram apanhar banhos de sol à janela e observar o que se passa. Para deixar o bichano mais confortável, coloque uma manta ou toalha na beira da janela. Se colocar um comedouro para pássaros no exterior terá entretenimento sem fim

Os gatos têm olfacto muito apurado. Cheiros como noz-moscada e erva gateira estimulam os gatos. O poste de arranhar também permite a marcação do território pelo odor (libertado ao arranhar).

Os gatos adoram explorar devido à sua curiosidade insaciável. De vez em quando espalhe caixas ou tendas próprias. Eles adoram caixas e rapidamente vão se sentar lá dentro. Também poderá colocar brinquedos dentro da caixa para a tornar mais interessante.

Brinquedos para gatos

Alterne entre brinquedos para os tornar mais interessantes. O brinquedo deve simular presas, apresentando superfícies e texturas complexas. A aparência tem apenas importância para o dono. Existem brinquedos que libertam comida tornando-os mais interessantes.

Os vários tipos de brinquedos baseiam-se no comportamento natural de caça:

  • "Ratos": são objectos móveis que os bichanos batem com as patas.
  • "Pássaro": são objectos voadores que têm que ser caçados e transportados na boca. Poderão ser objectos presos por um fio que é agitado pelo dono. A versão mais recente é o ponteiro laser em que o gato persegue o foco de luz. Apenas tenha cuidado para não apontar directamente nos olhos.
  • "Coelho": são objectos aos quais o gato faz emboscadas e mordisca. Deveremos evitar que pelo jogo "ataque" outros animais e pessoas.

Quais são os melhores brinquedos para o gato?

Brinquedos com pêlo (principalmente de coelho), guizos, leves e moveis são os favoritos. As bolas são um bom exemplo de óptimos brinquedos. De preferencia compre uma bola com tamanho suficiente para não rolar para debaixo da mobília. No entanto não pode ser demasiado grande para que o gato consiga pegar-lhe.

Brinquedos presos por corda são óptimos para espalhar pela casa ou brincar com o gato. Eles adoram perseguir o brinquedo e ficam frustrados quando não o conseguem apanhar.

Na natureza, o gato deve esforçar-se para apanhar cada refeição que faz. Dar-lhe brinquedos que dispensem comida é uma óptima forma de estimular este comportamento natural e de divertir o bichano.

Existem brinquedos para o gato utilizar de forma autónoma. Um exemplo é um circuito onde a bola rola apenas no exterior e o gato deve dar-lhe com a pata através de janelas. Estes brinquedos são úteis quando o gato fica sozinho.

Pode fazer brinquedos de objectos do dia-a-dia. Um exemplo é atar uma tampa ou rolha a um fio e pendura-lo ou usa-lo como brinquedo preso por corda. Assegure-se que é seguro, não havendo risco do gato sufocar ou ingerir. Novelos de lã nunca deverão ser utilizados.

Conclusão

Para manter o seu gato feliz e evitar comportamentos indesejáveis deverá fornecer um ambiente estimulante. Deve criar pequenas áreas para o gato e fornecer-lhe brinquedos adequados ao seu gosto. O mais importante é tentar perder um pouco de tempo para brincar diariamente com o seu gato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *